Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Largo dos Trigueiros


Mais um desenho feito neste local que é um dos que mais adoro em Lisboa. Feito na companhia do Pedro Loureiro e da Kasia que regressara há pouco de Fátima. Enquanto bebíamos café e dizíamos parvoíce, fui admirando o quão imponente este edifício é e o carácter bucólico que traz a este local, meio escondido na confusão da capital.

12 comentários:

teresa ruivo disse...

Adoro esse prédio. Já o desenho...deixa muito a desejar :))

Bruno Vieira disse...

achei interessante o registo do candeeiro em primeiro plano

Suzana disse...

Muito bonito! Adoro estas casas!

nelson paciencia disse...

Também acho o desenho fraquinho... Pedro, tens de treinar mais.
:)

Mário Linhares disse...

Bem porreiras ali as texturas!

Pedro disse...

Eu como não posso acrescentar mais nada digo só um Ah! deslumbrado.

Marcelo de Deus disse...

Sim, muito fraquito ;-)

USKP disse...

Esplêndida, é a única palavra que me ocorre para esta série de desenhos com escadinhas.
Celeste Vaz Ferreira

Pedro Alves disse...

Muito obrigado a todos! Prometo que me vou esforçar mais para a próxima eh eh eh ;)

AB disse...

sem palavras!!!

João Santos disse...

Sem dúvida que tás na champions league do urban sketching

KAVEIRA POETA disse...

muito bonito o trabalho, queria encontrar pessoas que me acompanhassem aqui em Macapá para me acompanhar em um projeto de "desenho de rua"